Os impactos da pandemia na compra e venda de empresas (M&A)

Os impactos da pandemia na compra e venda de empresas (M&A)

Acreditamos que não existe um negócio no Brasil que não esteja passando por um grande impacto em razão da pandemia que assola o mundo.

Apesar de já existirem sinais desses impactos há algum tempo (já que a crise em razão do coronavírus era anunciada desde janeiro, em razão dos alarmantes casos na Ásia e Europa), ninguém poderia imaginar há 15 ou 20 dias a proporção que a situação iria tomar.

Mas e para as operações de compra e venda de empresas (fusões e aquisições), qual o cenário atual e futuro que se desenha?

Agora é a hora em que o máximo de cuidado deve ser tomado. Para as operações em andamento, recomanda-se cautela e, se possível, a renegociação dos contratos até agora firmados. Além disso, é importante que se verifique a existência de cláusulas que disponham sobre a ocorrência de eventos imprevisíveis, geralmente denomidadas de MAC (material adverse change).

A Cláusula MAC é comumente utilizada em contratos de fusões e aquisições e permite que o adquirente da empresa rescinda o contrato ou não conclua a operação nos casos de uma alteração relevante na empresa adquirida que impacte negativamente no negócio.

Esta cláusula viabiliza a rescisão do contrato ou mesmo a renegociação em razão da ocorrência de eventos imprevisíveis quando da celebração do contrato. Verifica-se que, com a crise causada pela pandemia do Coronavírus, o gatilho da cláusula MAC será utilizado como forma de reanalisar as operações de M&A no Brasil.

Theme Tweaker by Unreal