O que significa dizer que uma empresa passou a ter o status de “CORPORAÇÃO” e o que está acontecendo com a empresa VALE S/A?

Quem acompanha os conteúdos produzidos por aqui viu que em outubro/2020 eu comentei sobre o fim do acordo de acionistas da empresa VALE. Se ainda não viu é só procurar no IGTV.

Esse acordo de acionista prevaleceu na empresa de 1997 a novembro de 2020 e formava uma espécie de bloco de controle, reunindo e formatando o voto dos principais acionistas da empresa.

Com o fim do acordo de acionistas, a porta para que a Vale se tornasse uma CORPORAÇÃO foi aberta.

Quando se diz que uma empresa chegou ao status de CORPORAÇÃO significa dizer que não existe um controlador definido. Ou seja, as acões e votos estão distribuídos entre os acionistas e não existe nenhum deles que detenha um percentual tão relevante que possa direcionar o destino da empresa.

Com isso, as principais decisões da empresa devem ser debatidas e tomadas por todos os acionistas, possibilitando que o interesse da companhia prevaleça e não de um ou outro acionista.

Mas o que está acontecendo com a Vale atualmente? Com o fim do acordo de acionistas, os membros do Conselho de Administração da empresa serão eleitos de forma equânime entre os acionistas e isso tem gerado discussões interessantes para que esse procedimento ocorra de forma correta.

Ah, e um fato interessante: a primeira corporação brasileira foi a Renner, importante empresa do setor de Varejo que instituiu o modelo de governança sem controle definido em 2005.

Theme Tweaker by Unreal